Cachorro vomitando sangue: o que pode ser?

Um cachorro vomitando sangue é sempre motivo de atenção, pois, pode estar associado a algum problema sério na saúde do pet. Da mesma maneira de que para os humanos, é um sinal de alerta vermelho do organismo, um pet vomitando sangue deve ser levado imediatamente para uma avaliação veterinária. Leia e saiba o que fazer! CACHORRO VOMITANDO SANGUE: A PRIMEIRA COISA QUE SE DEVE FAZER É OBSERVAR! Se o seu cachorro estiver vomitando sangue, saiba que a primeira coisa que deve fazer é observar a consistência e a coloração do sangue, já que, ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, nem todo sangue expelido pelo cão vem dos órgãos internos. Ele também pode vir de algum ferimento da boca, onde o sangue é engolido e o pet pode colocar para fora posteriormente. Nesse caso o sangue costuma se apresentar mais escuro e em coágulos sendo um caso menos preocupante. Se o vômito de sangue do cachorro apresentar pontos de sangue brilhantes, como se fosse “fresco”, é muito improvável que o problema seja gastrointestinal, que geralmente apresenta um sangue com a “cor de café” (vômito de cachorro coagulado) e também pode aparecer nas fezes. Essas observações são importantes e ajudarão o veterinário a investigar o motivo pelo qual o seu cachorro vomitou sangue! QUANDO O CACHORRO VOMITA SANGUE: QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS? Além de problemas gastrointestinais, existem diversas outras causas que podem resultar no vômito com sangue do cachorro. Confira: 1- Ingestão de objetos pontiagudos e estranhos; 2- Intoxicação por veneno; 3- Verminose; 4- Coagulopatia (distúrbio muito comum de coagulação do sangue); 5- Cinomose; 6- Lesões internas; 7- Câncer; 8- Infecções; 9- Síndrome do intestino irritado; 10- Transtornos autoimunes. O QUE FAZER QUANDO O CACHORRO ESTÁ VOMITANDO SANGUE? Se o seu pet estiver vomitando sangue, você deve levá-lo imediatamente ao veterinário. Caso tente dar algum remédio caseiro para vômito de cachorro com sangue por conta própria e ele não for o ideal para aquela situação, saiba que isso pode agravar ainda mais o problema e fazer com que seu pet sinta um desconforto ainda maior. Portanto, a ajuda profissional, nesse momento, é mais do que essencial, sendo necessário, na maioria das vezes, que o cão passe por uma radiografia, ultrassonografia e um exame de sangue para fazer uma avaliação completa das funções renais e hepáticas do pet, a fim de identificar o problema. Além das características do vômito de cachorro com sangue, também é importante que você passe outras informações para o veterinário, como por exemplo, quando foi a última vermifugação do animal (para descartar a verminose), se sumiu algo de casa nos últimos dias e, principalmente, levar todos os exames que o pet fez nos últimos tempos, para que assim o profissional consiga analisar quaisquer mudanças em seu quadro de saúde. A partir dessas informações, o veterinário identificará a razão pela qual o seu cachorro está vomitando sangue coagulado ou normal e recomendar o tratamento e os medicamentos adequados. COMO PREVENIR O VÔMITO COM SANGUE EM CACHORROS? Na grande maioria das vezes, o cachorro vomitando sangue é algo inesperado, o que aumenta ainda mais a importância de se fazer check-ups periódicos, a fim de identificar precocemente infecções ou doenças que podem, de alguma maneira, causar o vômito com sangue. Também é importante observar a rotina e o comportamento do seu pet, assim como o ambiente em que ele está vivendo. É essencial ter a informação do que ele come, se ele gosta de comer plantas que, por algum motivo, podem fazer mal ao seu organismo, qual pet ou ser humano passa mais tempo com ele e, principalmente, se ele gosta de mastigar objetos e outras coisas que não são alimentos, sendo necessário reduzir ao máximo potenciais causadores do problema.

Um cachorro vomitando sangue é sempre motivo de atenção, pois, pode estar associado a algum problema sério na saúde do pet. Da mesma maneira de que para os humanos, é um sinal de alerta vermelho do organismo, um pet vomitando sangue deve ser levado imediatamente para uma avaliação veterinária. Leia e saiba o que fazer! […]