Cinomose: principais dúvidas!

A cinomose é uma doença viral causada por um vírus semelhante ao sarampo, um PARAMIXOVIRUS.  Geralmente, a cinomose apresenta sintomas de doença gastrintestinal (diarreia e vômitos) e/ou doença respiratória (rinite e pneumonia) antes do acometimento neurológico ou mesmo pode ser concomitante com a disfunção neurológica, o conjunto de sintomas reforçam o diagnóstico.  Entre os sintomas comuns estão ressecamento (hiperqueratose) do nariz e coxins, conjuntivite mucopurulenta, rinite mucopurulenta e coriorretinite (acometimento ocular com secreção). Os cães jovens acometidos por cinomose apresentam sintomas cerebrais, isto é, convulsão, alteração de comportamento, coma ou semi-comatoso, cegueira, mudança de comportamento e vocalização excessiva, como gritos que aparentam dor são muito comuns. Já os cães acima de um ano tendem a manifestar sinais de tronco encefálico, cerebelo e medula espinhal, perda de equilíbrio, ataxia, incoordenação, alterações de andar e perda de força dos membros, quando popularmente as pessoas falam que “descadera”. Cães mais velhos apresentam lesões cerebrais mais leves levando a alterações de comportamento e déficits visuais sem necessariamente apresentar convulsão. A cinomose não acomete gatos e nem humanos, dessa forma não existe risco de contágio, no entanto pode infectar cachorros do mato e furões. A mioclonia, a contração muscular rítmica e repetitiva (tics), é um acometimento muito comum na cinomose. A mioclonia é causada pelo vírus da cinomose em 90% das vezes que se apresenta no consultório veterinário por isso o veterinário chega a esse diagnóstico quando observa a mioclonia, dando a ele mais certeza que se trata dessa doença. Existe uma dificuldade muito grande para fechar o diagnóstico, os testes sorológicos e moleculares confirmam somente 50% dos casos, tendo um alto índice de falso negativo. Dessa forma, o veterinário terá dificuldade em confirmar a sua suspeita por meio de exames laboratoriais sendo necessário a confiança do tutor na sua conduta, e mesmo na interpretação dos sintomas apresentados. O tratamento também gera muita contradição, não existe um tratamento considerado eficaz para matar o vírus, fato que ocorre em muitas doenças virais humanas principalmente quando acometem o sistema nervoso. As mais citadas são a poliomielite e o sarampo, para a Medicina o que funciona é a VACINAÇÃO. Devemos vacinar 90% da população para assegurarmos a não circulação do vírus.  A vacinação contra a cinomose só abrange em torno de 40-60% da população canina no Brasil. Na Europa, Canadá e EUA praticamente não existe a cinomose porque atingem os 90% da população canina vacinada. Quando se depara com um caso de cinomose (suspeita) recomenda-se o tratamento sintomático, e quando atinge o sistema nervoso central, indica-se uso de vitaminas e medicamentos específicos que ajudam na resposta do organismo as lesões do vírus. O que não se sabe é como o vírus está agindo e lesando o Sistema Nervoso. Existem mais de cinco formas de destruição do sistema nervoso que agem de formas distintas aos medicamentos. Mesmo o diagnóstico e tratamento serem muito frustrantes, recomenda-se considerar sempre o tratamento indicado por um veterinário e tenham cuidado com os tratamentos alternativos que encontrarão na internet. A melhor recomendação que pode ser dada: VACINE seu cãozinho com um veterinário quando filhote e faça os reforços em vida adulta. Isso irá garantir que ele esteja livre da dessa terrível doença.

A cinomose é uma doença viral causada por um vírus semelhante ao sarampo, um PARAMIXOVIRUS.  Geralmente, a cinomose apresenta sintomas de doença gastrintestinal (diarreia e vômitos) e/ou doença respiratória (rinite e pneumonia) antes do acometimento neurológico ou mesmo pode ser concomitante com a disfunção neurológica, o conjunto de sintomas reforçam o diagnóstico.  Entre os sintomas […]

20 fotos curiosas de gatos no momento certo

Os felinos são mesmo incríveis! Engraçadinhos, fofos e espertos.Se você adora gatos, não pode deixar de ver estas 20 fotos curiosas de gatos registradas no momento certo!    

Dicas para promover pelos saudáveis ao seu cão

Cuidar da saúde do seu cão é uma grande responsabilidade! Manter os pelos saudáveis é importante e deve fazer parte de uma rotina de cuidados. Como já dissemos aqui no blog, a queda de pelo é um processo natural para os cachorros. Mas também pode ser evitada com alguns cuidados básicos no dia a dia […]

Como ajudar um Animal Abandonado?

A presença de animais abandonados nas ruas é uma triste realidade no nosso país. Em todas as cidades existem diversos cães e gatos abandonados e abrigos super lotados que não conseguem mais dar conta de receber e cuidar destas vidas. O governo não tem participação relevante neste problema, portanto, esta situação deveria ser uma preocupação da sociedade em geral. Se cada pessoa fizer […]

Qual a diferença entre Lhasa e Shih Tzu?

Neste artigo vamos apresentar todas as diferenças entre o Lhasa Apso e o Shih Tzu e assim você poderá notar exatamente porquê eles são tão parecidos e ao mesmo tempo possuem muitas diferenças entre si. Depois de ler este texto, você não vai mais confundir Lhasa com Shih Tzu!   Este é o Lhasa Apso:   […]

Diferenças entre Bulldog Inglês e Francês

Divertidos e brincalhões, os cães da raça Bulldog Francês adoram conviver e brincar com crianças. Também gostam de ser o centro das atenções e não são muito de latir para atrair olhares para eles. Possuem muita energia para brincar e correr!

Muitas pessoas confundem algumas raças de cachorros… seja o nome parecido ou a aparência e suas semelhanças. O Shih Tzu e o Lhasa Apso são raças distintas que provocam estas confusões nas pessoas, por serem bastante parecidas. Agora, a raça Bulldog tem grandes variações entre o Inglês e o Francês. Enquanto o Bulldog Francês é […]

Conheça as 10 raças de gatos mais populares no Brasil

Pode ter gente que acha que gato é tudo igual!Eles são bem parecidos mesmo, mas existem diversas raças com características exclusivas que os diferenciam bastante uns dos outros. 1. Persa e Himalaia O gato Persa é, para muitos, sinônimo de gato de luxo. Com seu porte tranquilo, pelagem longa e majestosa e focinho plano, o tornam “rei das […]

7 dicas para cuidar do seu cachorro com medo de fogos de artificio

1. Coloque placa de identificação no seu cão ou gato Não apenas nessa época do ano, mas esta é uma medida a ser feita sempre, pois caso seu pet fuja, com medo dos fogos de artifício, ele poderá ser encontrado com maior facilidade. 2. Acolha-o e acomode-o em casa Em um lugar em que ele […]

Diabetes em Cachorro: o que fazer?

A saúde de nossos amiguinhos de quatro patas é algo que sempre nos preocupa e manter a atenção para saber se está tudo certo é algo fundamental. Você já ouviu falar sobre diabetes em cachorro? É mais comum do que parece e a maior preocupação dos proprietários de animais diabéticos é como será a rotina […]

Cuidados importantes com cães idosos

A idade vai chegando e os cuidados devem ser cada vez maiores! Neste artigo você vai saber quais são os cuidados importantes com cães idosos. Você sabe com quantos anos um cão é considerado idoso? Então continue lendo para saber.   Como saber se o cachorro é idoso? Para saber se um cachorro já é […]