fbpx

Hospital Veterinário 24h

Resultados de Exames

Gato filhote: cuidados essenciais que você não pode esquecer

Assim como qualquer animalzinho recém-nascido, um gato filhote precisa de cuidados especiais, devido sua fragilidade e ainda dependência. Para te ajudar, trouxemos alguns cuidados essenciais que você não pode deixar de ter! Confira! Antes de mais nada: quando o pet é considerado um filhote de gato? Quem não gosta de passar horas vendo fotos de gatos filhotes, que atire a primeira pedra rs Porém, muitas pessoas ainda têm dúvida sobre até qual idade o felino é considerado filhote. Até os 12 meses de vida, o gato é considerado um filhote. Nesse período, assim como qualquer filhote, ele é bastante dependente do seu tutor, exigindo atenção e cuidados redobrados. Até os 60 dias de vida, ele deverá ser amamentado. Depois, a alimentação deve ser acompanhada e indicada por um veterinário. Nessa fase, também é muito importante prestar atenção na saúde do pet, já que seu sistema imunológico ainda está bastante fraco. Seguir o calendário de vacinação e vermifugação é essencial. Mais abaixo, falaremos melhor sobre os cuidados essenciais que você deve ter com um filhote de gato. Porém, que tal conhecer algumas curiosidades sobre esses pets antes? Filhote de gato recém nascido: confira algumas curiosidades Seja um gato persa filhote, um gato siamês filhote ou até mesmo um gato angorá filhote: independente da raça eles possuem características muito parecidas ao nascerem. Olha só: A vacinação começa, geralmente, a partir dos 45 dias de vida do felino; A primeira vermifugação deve ser feita de 15 a 30 dias de vida; Eles demoram de 10 a 15 dias após o nascimento para abrir os olhos; Seus dentes começam a surgir também após 15 a 20 dias; Eles demoram 20 dias para começar a andar; Nas fêmeas, a castração pode ser feita antes do primeiro cio (5 a 6 meses de vida) e, nos machos, a partir dos 6 meses de vida. Para isso, o gatinho precisa estar vacinado; A vida adulta chega a partir de um ano, sendo que ele pode viver até 20 anos; A visão de um gato é melhor que a de um ser humano, exceto no quesito cores; Eles dormem bastante! Em média, ⅔ do dia são gastos nessa tarefa; O miado de gato filhote é comum e pode ter como causa algumas situações, como medo e fome. Se você notar que o seu amiguinho não para de miar, é interessante consultar um veterinário para saber se ele não está com alguma dor, por exemplo. Como saber se o gato filhote é machosculino ou fêmeaeminino? Apesar de ser uma tarefa um pouco difícil, muitas pessoas ao resgatarem um gatinho querem saber se seu amiguinho é uma fêmea ou macho. Você pode fazer algumas observações: Observe a distância entre o órgão genital e o ânus: nas fêmeas, essa distância não costuma ultrapassar 1 cm, ou seja, é bem pequena. Já nos machos essa distância costuma ser maior; Observe as características do órgão genital: nas fêmeas, o ânus é arredondado e o órgão genital é vertical. Já nos machos, o ânus e a genital são arredondados. Outra característica dos machos é a bolsa testicular. Se você notar testículos de gato filhote, com certeza se trata de um macho. Como cuidar de gato filhote? Agora que você já conheceu algumas curiosidades sobre eles, é hora de aprender quais são os cuidados necessários que você deve ter. Além de roupinhas e brinquedos para gatos filhotes, há outros quesitos importantes que devem ser levados em consideração: Como alimentar filhote de gato? Após o desmame, que ocorre em média após os 60 dias de vida do felino, é importante procurar uma orientação veterinária quanto à alimentação. Aliás, isso vai depender de alguns fatores. Se você adotou um pet que já passou pela amamentação materna, a ração para gato filhote será indicada. Como dito, a orientação a respeito de marcas, frequência e quantidade, deve ser feita por um especialista que saberá como alimentar o filhote de gato. Porém, se você resgatou um gatinho com menos de 60 dias, você deverá alimentá-lo com leite para gato filhote. Vale lembrar que esse leite é específico para felinos, logo o leite de vaca não deve ser oferecido, podendo trazer consequências como diarréia e vômitos. Quanto à água, você deve deixá-la disponível em tempo integral, sempre fresquinha e de fácil acesso. Como dar banho em gato filhote? Sabemos que os gatos não são tão chegados em banhos como os cães. Porém, se esse hábito for iniciado nos primeiros meses de vida do pet, pode se tornar menos desafiador! Apesar do famoso “banho de gato” ser bastante suficiente na higiene dos felinos, algumas vezes o banho propriamente dito pode ser necessário. Se tratando de filhotes, o ideal é começar a partir dos 4 meses de idade, sendo um banho por mês suficiente. Separamos algumas dicas: Use água morna; Tome cuidado com as orelhas, para que não entre água nelas; Use produtos específicos para felinos; Após o banho, seque-o muito bem, para não causar nenhum problema de pele no pet. Como cuidar da saúde de gato filhote? O quesito saúde é um dos mais importantes e envolve aspectos como vacinação, vermifugação e castração. O vermífugo para gatos filhotes deve ser dado a partir dos 15 a 30 dias de vida do pet, sendo a segunda dose administrada após 15 dias da primeira. Depois disso, ela deve ser feita mensalmente, até os 6 meses de vida. A castração evita diversas doenças do gato, como a acne felina, câncer de mama, infecções, além de diminuir as chances do pet se perder ou se machucar. Por último, as vacinas para gatos são de fundamental importância, sendo responsáveis por produzir anticorpos – células de defesa – no organismo do felino. O protocolo de vacinação deverá ser feito por um veterinário, considerando o histórico e estilo de vida do felino. As mais importantes são as vacinas V3, V4, V5 e de raiva. Quanto ao preço, irá depender da localidade. Confira a tabela: Precisa de ajuda para cuidar do seu gato filhote? Entre em contato com a Inova e agende uma consulta com nosso time de especialistas em felinos!

Assim como qualquer animalzinho recém-nascido, um gato filhote precisa de cuidados especiais, devido sua fragilidade e ainda dependência.

Para te ajudar, trouxemos alguns cuidados essenciais que você não pode deixar de ter! Confira!

Antes de mais nada: quando o pet é considerado um filhote de gato?

Quem não gosta de passar horas vendo fotos de gatos filhotes, que atire a primeira pedra rs

Porém, muitas pessoas ainda têm dúvida sobre até qual idade o felino é considerado filhote. 

Até os 12 meses de vida, o gato é considerado um filhote. Nesse período, assim como qualquer filhote, ele é bastante dependente do seu tutor, exigindo atenção e cuidados redobrados. 

Até os 60 dias de vida, ele deverá ser amamentado. Depois, a alimentação deve ser acompanhada e indicada por um veterinário.

Nessa fase, também é muito importante prestar atenção na saúde do pet, já que seu sistema imunológico ainda está bastante fraco. Seguir o calendário de vacinação e vermifugação é essencial. 

Mais abaixo, falaremos melhor sobre os cuidados essenciais que você deve ter com um filhote de gato. Porém, que tal conhecer algumas curiosidades sobre esses pets antes? 

Filhote de gato recém nascido: confira algumas curiosidades

Seja um gato persa filhote, um gato siamês filhote ou até mesmo um gato angorá filhote: independente da raça eles possuem características muito parecidas ao nascerem. Olha só: 

  • A vacinação começa, geralmente, a partir dos 45 dias de vida do felino;
  • A primeira vermifugação deve ser feita de 15 a 30 dias de vida;
  • Eles demoram de 10 a 15 dias após o nascimento para abrir os olhos;
  • Seus dentes começam a surgir também após 15 a 20 dias;
  • Eles demoram 20 dias para começar a andar;
  • Nas fêmeas, a castração pode ser feita antes do primeiro cio (5 a 6 meses de vida) e, nos machos, a partir dos 6 meses de vida. Para isso, o gatinho precisa estar vacinado;
  • A vida adulta chega a partir de um ano, sendo que ele pode viver até 20 anos;
  • A visão de um gato é melhor que a de um ser humano, exceto no quesito cores;
  • Eles dormem bastante! Em média, ⅔ do dia são gastos nessa tarefa;
  • O miado de gato filhote é comum e pode ter como causa algumas situações, como medo e fome. Se você notar que o seu amiguinho não para de miar, é interessante consultar um veterinário para saber se ele não está com alguma dor, por exemplo.

Como saber se o gato filhote é machosculino ou fêmeaeminino?

Apesar de ser uma tarefa um pouco difícil, muitas pessoas ao resgatarem um gatinho querem saber se seu amiguinho é uma fêmea ou macho. 

Você pode fazer algumas observações:

  • Observe a distância entre o órgão genital e o ânus: nas fêmeas, essa distância não costuma ultrapassar 1 cm, ou seja, é bem pequena. Já nos machos essa distância costuma ser maior;
  • Observe as características do órgão genital: nas fêmeas, o ânus é arredondado e o órgão genital é vertical. Já nos machos, o ânus e a genital são arredondados. Outra característica dos machos é a bolsa testicular. Se você notar testículos de gato filhote, com certeza se trata de um macho. 

Como cuidar de gato filhote?

Agora que você já conheceu algumas curiosidades sobre eles, é hora de aprender quais são os cuidados necessários que você deve ter. 

Além de roupinhas e brinquedos para gatos filhotes, há outros quesitos importantes que devem ser levados em consideração:

Como alimentar filhote de gato?

Após o desmame, que ocorre em média após os 60 dias de vida do felino, é importante procurar uma orientação veterinária quanto à alimentação.

Aliás, isso vai depender de alguns fatores. Se você adotou um pet que já passou pela amamentação materna, a ração para gato filhote será indicada. Como dito, a orientação a respeito de marcas, frequência e quantidade, deve ser feita por um especialista que saberá como alimentar o filhote de gato.

Porém, se você resgatou um gatinho com menos de 60 dias, você deverá alimentá-lo com leite para gato filhote. Vale lembrar que esse leite é específico para felinos, logo o leite de vaca não deve ser oferecido, podendo trazer consequências como diarréia e vômitos.

Quanto à água, você deve deixá-la disponível em tempo integral, sempre fresquinha e de fácil acesso.  

Como dar banho em gato filhote?

Sabemos que os gatos não são tão chegados em banhos como os cães. Porém, se esse hábito for iniciado nos primeiros meses de vida do pet, pode se tornar menos desafiador!

Apesar do famoso “banho de gato” ser bastante suficiente na higiene dos felinos, algumas vezes o banho propriamente dito pode ser necessário. Se tratando de filhotes, o ideal é começar a partir dos 4 meses de idade, sendo um banho por mês suficiente.

Separamos algumas dicas:

  • Use água morna;
  • Tome cuidado com as orelhas, para que não entre água nelas;
  • Use produtos específicos para felinos;
  • Após o banho, seque-o muito bem, para não causar nenhum problema de pele no pet.

Como cuidar da saúde de gato filhote?

O quesito saúde é um dos mais importantes e envolve aspectos como vacinação, vermifugação e castração. 

O vermífugo para gatos filhotes deve ser dado a partir dos 15 a 30 dias de vida do pet, sendo a segunda dose administrada após 15 dias da primeira. 

Depois disso, ela deve ser feita mensalmente, até os 6 meses de vida. 

A castração evita diversas doenças do gato, como a acne felina, câncer de mama, infecções, além de diminuir as chances do pet se perder ou se machucar. 

Por último, as vacinas para gatos são de fundamental importância, sendo responsáveis por produzir anticorpos – células de defesa – no organismo do felino.

O protocolo de vacinação deverá ser feito por um veterinário, considerando o histórico e estilo de vida do felino. As mais importantes são as vacinas V3, V4, V5 e de raiva. 

Quanto ao preço, irá depender da localidade. Confira a tabela:

O quesito saúde é um dos mais importantes e envolve aspectos como vacinação, vermifugação e castração.   O vermífugo para gatos filhotes deve ser dado a partir dos 15 a 30 dias de vida do pet, sendo a segunda dose administrada após 15 dias da primeira.   Depois disso, ela deve ser feita mensalmente, até os 6 meses de vida.   A castração evita diversas doenças do gato, como a acne felina, câncer de mama, infecções, além de diminuir as chances do pet se perder ou se machucar.   Por último, as vacinas para gatos são de fundamental importância, sendo responsáveis por produzir anticorpos – células de defesa – no organismo do felino.  O protocolo de vacinação deverá ser feito por um veterinário, considerando o histórico e estilo de vida do felino. As mais importantes são as vacinas V3, V4, V5 e de raiva.   Quanto ao preço, irá depender da localidade. Confira a tabela:

Precisa de ajuda para cuidar do seu gato filhote? Entre em contato com a Inova e agende uma consulta com nosso time de especialistas em felinos!

Leia também: Dipirona para gatos

Você sabe quais os petiscos podem ser ofertados aos pets e quais são alimentos proibidos para eles?  Baixe nosso material e entenda o que você pode dar para o seu pet comer, por que cães e gatos tem necessidades nutricionais diferentes e outras informações muito importantes para a saúde do seu animalzinho.