Pet Terapia | Inova Veterinária

Quem tem um animal de estimação sabe como eles podem fazer bem para nossas vidas: seu carinho incondicional, sua atenção e companhia fazem com que a gente se sinta importante e amado.

Mas você sabia que alguns animais são criados especialmente para ajudar pessoas idosas, com transtornos psicológicos ou de comportamento e mesmo doenças graves?

É a chamada Pet Terapia ou Terapia Assistida por Animais, onde eles assumem um papel de facilitador no tratamento ou mesmo na rotina básica de pessoas dependentes de auxílio constante.

No início desse ano, a Golden Retriever de 2 anos, Tiffany, começou a frequentar as aulas com a pequena  Ana Luiza, de 9 anos, que tem uma doença rara e progressiva que afeta parte da sua visão, mobilidade e até mesmo respiração.

Mas Tiffany não vai à escola para estudar e sim para trabalhar!

A cadela, que vem sendo treinada desde filhote, auxilia a menina a abrir portas, sair de muvucas, descer escadas, pegar objetos do chão, carregar parte de seu material escolar e guiar seus passos, quando necessário. O treinamento de cães como Tiffany podem durar 3 anos e custar R$ 60 mil.

Para os pais de Ana Luiza, a cachorra está dando a oportunidade da menina de ter uma infância mais próxima do normal e com uma independência que é muito importante nessa fase.

Outros casos de sucesso são observados no tratamentos com pacientes idosos, pois auxilia-os a descentralizar suas dores e dificuldades, aumentando a autoestima. Em pessoas com Alzheimer, a pet terapia, ajuda a reduzir as alterações de comportamento e de humor, aumentando a capacidade de interação social.

É importante que o animal que for exercer a função de “terapeuta” seja treinado por pessoas capacitadas, além de ser extremamente dócil, de fácil afago, tolerante a pessoas e outros animais e adaptados a estímulos diversos.

Fonte: Petterapeuta, Terapia com animais e Folha Uol.