fbpx

Hospital Veterinário 24h

Resultados de Exames

Dipirona para cães: tudo o que é importante saber

A dipirona é um remédio de ação anti inflamatória e de ação analgésica, de uso muito comum pelos seres humanos. Contudo, será que a dipirona para cães é indicada? Continue acompanhando o texto e descubra se você pode dar dipirona para cachorro! Cachorro pode tomar dipirona? A dipirona é um medicamento muito comum na caixinha de primeiros socorros de muitas pessoas. Porém, ao notar alguma alteração na saúde do pet, como dermatite em cachorro ou algum indício de que o pet esteja com dor, uma dúvida muito comum entre os tutores de cães é - pode dar dipirona para cachorro? A resposta é sim. A dipirona para cães com dor ou a dipirona para cães com febre pode ser dada, porém somente quando receitada pelo médico veterinário. Vale lembrar que os cães possuem dificuldade em metabolizar alguns medicamentos, como paracetamol e ibuprofeno, portanto nunca devem ser administrados! Analgésico para cães: dipirona A dipirona atua apenas como um analgésico para cachorros, não tratando a doença em si. Portanto, para não colocar em risco a vida do seu pet, desconfiando de qualquer sintoma, leve-o o mais rápido possível para uma avaliação com um veterinário. Ele fará exames e conseguirá descobrir a origem do problema, já que doenças mais sérias, como uma úlcera de córneas em cães, dentre tantas outras, devem receber tratamentos diferenciados. Muitas vezes administrar um medicamento como a dipirona, pode mascarar a doença, uma vez que você achará que o problema foi resolvido e apenas o sintoma não está mais aparecendo. Dipirona para cães: efeitos colaterais A administração da dose incorreta de dipirona humana para cães, sem recomendação veterinária, pode trazer efeitos colaterais, como vômitos, diarréia, gastrite, entre muitos outros sintomas. Portanto, nunca pratique a automedicação em seu pet. Qual a dose de dipirona para cães? Como já citado, para saber a dosagem de dipirona para cães, além da frequência, é necessário uma orientação de um veterinário. Dipirona: dosagem para cães Como todo remédio, a dipirona é metabolizada pelo fígado. Logo, a dosagem de dipirona para filhotes de cães será diferente da dosagem de dipirona para cães adultos, por exemplo. Aqui vale também o alerta de não utilizar a receita de um pet para medicar o outro. Portanto, por mais que você queira ajudar, não é recomendado medicar seu amiguinho com dosagens que encontramos na internet. Dipirona: em gotas ou em comprimido? A forma como a dipirona será administrada vai depender de cada pet. Às vezes, a dipirona em gotas para cães pode ser a melhor alternativa. Porém, se o volume for muito grande, a dipirona em comprimido para cães será recomendada. Substâncias proibidas para cachorros: conheças algumas Algumas substâncias são extremamente proibidas para os cãezinhos. Conheça algumas: Tylenol: o uso pode levar à intoxicação e lesões aos órgãos do pet, como o fígado; AAS Infantil e/ou adulto: esse medicamento contém ácido acetilsalicílico, e os cães não possuem a enzima hepática responsável pela metabolização e eliminação do composto. Ou seja, é um medicamento tóxico para eles. Aspirina: a aspirina também contém ácido acetilsalicílico, que como já dito é tóxico aos pets. Dorflex: o dorflex é outro medicamento que não pode ser dado aos cães, já que contêm orfenadrina e cafeína em sua composição, que são altamente tóxicos para os pets. Precisa de ajuda para cuidar do seu amiguinho? Entre em contato com a Inova e agende uma consulta!

A dipirona é um remédio de ação anti inflamatória e de ação analgésica, de uso muito comum pelos seres humanos. Contudo, será que a dipirona para cães é indicada?

Continue acompanhando o texto e descubra se você pode dar dipirona para cachorro!

Cachorro pode tomar dipirona?

A dipirona é um medicamento muito comum na caixinha de primeiros socorros de muitas pessoas.

Porém, ao notar alguma alteração na saúde do pet, como dermatite em cachorro ou algum indício de que o pet esteja com dor, uma dúvida muito comum entre os tutores de cães é – pode dar dipirona para cachorro?

A resposta é sim. A  dipirona para cães com dor ou a dipirona para cães com febre pode ser dada, porém somente quando receitada pelo médico veterinário.

Vale lembrar que os cães possuem dificuldade em metabolizar alguns medicamentos, como paracetamol e ibuprofeno, portanto nunca devem ser administrados!

Analgésico para cães: dipirona

A dipirona atua apenas como um analgésico para cachorros, não tratando a doença em si. 

Portanto, para não colocar em risco a vida do seu pet, desconfiando de qualquer sintoma, leve-o o mais rápido possível para uma avaliação com um veterinário.

Ele fará exames e conseguirá descobrir a origem do problema, já que doenças mais sérias, como uma úlcera de córneas em cães, dentre tantas outras, devem receber tratamentos diferenciados. Muitas vezes administrar um medicamento como a dipirona, pode mascarar a doença, uma vez que você achará que o problema foi resolvido e apenas o sintoma não está mais aparecendo.

Dipirona para cães: efeitos colaterais

A administração da dose incorreta de dipirona humana para cães, sem recomendação veterinária, pode trazer efeitos colaterais, como vômitos, diarréia, gastrite, entre muitos outros sintomas. 

Portanto, nunca pratique a automedicação em seu pet. Qual a dose de dipirona para cães?

Como já citado, para saber a dosagem de dipirona para cães, além da frequência, é necessário uma orientação de um veterinário. 

Dipirona: dosagem para cães

Como todo remédio, a dipirona é metabolizada pelo fígado. Logo, a dosagem de dipirona para filhotes de cães será diferente da dosagem de dipirona para cães adultos, por exemplo. Aqui vale também o alerta de não utilizar a receita de um pet para medicar o outro.

Portanto, por mais que você queira ajudar, não é recomendado medicar seu amiguinho com dosagens que encontramos na internet.

Dipirona: em gotas ou em comprimido?

A forma como a dipirona será administrada vai depender de cada pet. Às vezes, a dipirona em gotas para cães pode ser a melhor alternativa. Porém, se o volume for muito grande, a dipirona em comprimido para cães será recomendada. 

Substâncias proibidas para cachorros: conheças algumas

Algumas substâncias são extremamente proibidas para os cãezinhos. Conheça algumas:

  • Tylenol: o uso pode levar à intoxicação e lesões aos órgãos do pet, como o fígado;
  • AAS Infantil e/ou adulto: esse medicamento contém ácido acetilsalicílico, e os cães não possuem a enzima hepática responsável pela metabolização e eliminação do composto. Ou seja, é um medicamento tóxico para eles.
  • Aspirina: a aspirina também contém ácido acetilsalicílico, que como já dito é tóxico aos pets. 
  • Dorflex: o dorflex é outro medicamento que não pode ser dado aos cães, já que contêm orfenadrina e cafeína em sua composição, que são altamente tóxicos para os pets.

Precisa de ajuda para cuidar do seu amiguinho? Entre em contato com a Inova e agende uma consulta!

Agende uma consulta!

Leia também: Câncer em cachorro tem cura 

Você sabe quais os petiscos podem ser ofertados aos pets e quais são alimentos proibidos para eles?  Baixe nosso material e entenda o que você pode dar para o seu pet comer, por que cães e gatos tem necessidades nutricionais diferentes e outras informações muito importantes para a saúde do seu animalzinho.