O que você sabe sobre vacina para cachorro? Bom, se você for tutor de um pet e ainda não tem muito conhecimento sobre isso, saiba que é algo que deve se preocupar, já que, de tempos em tempos seu cão deve ser vacinado.

Isso porque existem diversas doenças que podem ser contraídas em caso de negligência com a vacinação. Pensando nisso, elaboramos um texto com algumas informações sobre as vacinas de cachorro, com o objetivo de te ajudar a entender a sua importância. Confira!

Por que vacinar o cachorro?

Quando o filhote nasce, ele naturalmente recebe uma importante carga de anticorpos prontos a partir da amamentação. É isso que fará com que ele esteja protegido contra doenças em seus primeiros dias de vida. Mas, assim como acontece com os humanos, esse processo não dura para sempre e, com o passar das semanas, os anticorpos vão desaparecendo e o pet fica exposto à micro-organismos causadores de doenças. Por isso, a melhor maneira de manter a proteção é a partir da vacinação canina.

Isso porque as vacinas para cães são produzidas através de bactérias ou vírus atenuados, tendo a função de induzir o organismo do animal a produzir os anticorpos necessários para protegê-lo daquela doença em específico.

Como funcionam as primeiras vacinas para cães?

Muitas pessoas podem ficar confusas no que se diz respeito às vacinas para cães, já que, no Brasil, não existe um calendário oficial de vacinação, como é comum em outros países. Porém, existe um protocolo recomendado, em que a primeira vacina do cachorro é dada quando o mesmo está com 45 dias de vida, com a vacina múltipla canina (V8 ou V10), num total de 3 a 4 doses a cada 3 a 4 semanas. Enquanto isso, a vacina antirrábica é dada em dose única e quando o pet está com 4 meses de vida. Porém, é importante ressaltar que essa programação pode variar, dependendo das recomendações dadas pelo veterinário.

Você também deve saber que a vacina múltipla e a específica para raiva devem ter reforço anual durante toda a vida do cãozinho!

Vacina para cachorro: 5 tópicos que você precisa saber

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, existem diversas vacinas para cachorro!

Muitas pessoas acreditam que, ao encaminhar o pet para ser vacinado nas campanhas de município, ele já estará protegido de tudo, porém não é bem assim que funciona. Nessas ocasiões, só são aplicadas vacinas antirrábicas, enquanto existem diversas outras doenças que necessitam de proteção e possuem vacinas específicas

Obesidade canina como evitar e cuidar desse problema

Dentre as vacinas mais comuns requisitadas por veterinários, estão:

1-     Vacina V8: protege da cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa, adenovirose-2, coronavirose e dois tipos comuns de leptospirose canina;

2-     Vacina V10: protege da cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa, parainfluenza, coronavirose e quatro tipos comuns de leptospirose canina;

3-     Vacina leishmaniose: protege contra uma doença de infecção parasitária que afeta o sistema imunológico do cão e é muito letal;

4-     Vacina tosse dos canis: protege o cão contra a famosa gripe canina;

5-     Vacina contra giárdia: protege o organismo do cachorro contra a giardíase, outra doença muito letal.

Confira também: Obesidade canina

Há algum problema em atrasar a vacina para cachorro?

Essa é uma pergunta muito recorrente e é importante saber que sim, há muitos problemas em atrasar as vacinas dos cachorros, por que se a imunização não é realizada no período adequado, ela não fica completa e o animal fica suscetível a contrair doenças.

Por esse motivo, mantenha a carteira de vacinação em dia e acompanhe de perto, com um veterinário, a saúde do seu cachorro!

Qual a diferença entre vacina nacional e importada para cachorro?

Não existem estudos que expliquem a diferença entre a vacina nacional e a importada para cães. Porém, independentemente da vacina, é de extrema importância que a mesma seja armazenada e refrigerada de acordo com o que é recomendado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A vacina deve ser aplicada por um médico veterinário após um exame físico completo feito por um médico veterinário apto a dizer se o pet pode ser vacinado. As vacinas importadas tem melhor rastreabilidade – vou corrigir essa parte ainda! 

Leia: Guia completo sobre castração de gatos

A vacinação correta pode salvar a vida do seu cachorro!

Dar uma vacinação da forma correta para o seu cachorro é essencial para que ele tenha melhor qualidade de vida, afinal, existem algumas doenças de cães que possuem baixa incidência de recuperação. Como está a vacinação do seu cão? Confira, abaixo, um calendário anual de vacinação e coloque esse processo em dia o quanto antes!

Vacina para cachorro 5 tópicos que você precisa saber